Sobrenatural Capitulo 3: O Começo do Horror

Por Deocléccyo Handley

 

E ai galerinha, finalmente a espera acabou e estou aqui para falar do terceiro filme da franquia ‘Sobrenatural’. O primeiro filme foi um sucesso de critica e bilheteria assim como sua segunda sequência mantendo o clima de terror no melhor nível e com certeza é um dos melhores da atualidade.
Antes de sair alguma noticia sobre esse capitulo 3, muitos se perguntavam que historia seria contada, já que os dois primeiros tem como foco a família Lambert que esta sendo assombrada por espíritos, além do mais a historia foi concluída no segundo filme e tudo foi bem explicado, finalizando no seu melhor estilo sem estragar um longa tão bem feito, ainda mais para os dias de hoje que esta difícil um filme de terror ser produzido com vigor e seriedade

sobre(O texto a seguir conterá alguns spoilers)
A história já começa com o aviso ‘Alguns anos antes do caso Lambert’ e assim se inicia com Quinn (Stephanie Scott) chegando à casa de Elize (Lin Shaye). Quinn perdeu recentemente sua mãe doente de câncer e assim quer contatá-la, de inicio Elize evita a ajuda-la nesse serviço, mas após perceber que é uma boa pessoa e que esta com muita vontade, ela decide ajudar, quando assim tenta se comunicar com sua mãe Lillith e não consegui, senti a presença de espíritos malignos, e depois de sentir isso Elize deixa um aviso bem claro para Quinn: “Quando você chama por um espírito, todos eles podem ouvir.”

sobfe 2

Depois desta primeira cena, conhecemos a vida da jovem. Ela mora com o pai Sean (Dermot Mulroney) e seu irmão mais novo, Alex, em um apartamento e quer ser atriz, tendo até um teste para fazer. A vida deles ainda esta balançada com a morte de Lillith, pois Sean ainda está tentando se acostumar com a vida de viúvo. Quinn tem uma melhor amiga, Maggie (Hayley Kiyoko), que a acompanha no tal teste para uma peça.

sobre3
Quinn não se sai muito bem no teste e sai pra baixo sendo consolada por sua amiga, as duas se sentam na calçada e ficam conversando por um momento, após isso elas decidem irem embora, Maggie atravessa a rua, mas Quinn avista um homem estranho mais a frente olhando para ela, de repente um carro bate em alta velocidade contra a garota e é nesse acidente, que ela quebra ambas as pernas e no ato, ela fica meio que presa no tal “O Distante” e quando retorna a realidade, trás consigo uma entidade maligna. Após três semanas no hospital ela ganha e alta e retorna pra casa, dai tudo parece estar bem, mas logo começa acontecer coisas estranhas no apartamento, como por exemplo, quando ela está em seu quarto e ouve uma batida na parede. Ela acha que é seu vizinho e amigo Hector e o responde batendo de volta. Só que quando ela manda uma mensagem para ele, o mesmo diz que não está em casa, e a mais violenta é quando é uma das melhores cenas da franquia e que conseguiu me deixar muito tenso. Quinn está em seu quarto tentando dormir quando vê alguém atrás da cortina. Essa pessoa avança para cima dela ainda coberta pela cortina e então do nada desaparece, o resto não irei contar por que se não estraga, mas é uma cena ótima e não acaba por ai, acontecem outras cenas assustadoras além dessa.

 

Seu pai Sean não dava ouvido para sua filha, não acreditava em nada, mas após essa cena violenta que contei (um pedaço) ele não tem mais duvidas de que alguém esta querendo sua filha, isso por que ele mesmo chega a presenciar a entidade bizarra, então percebendo a gravidade da situação decide procurar por Elise (onde a própria Quinn já comentou sobre ela) e pede ajuda para enfrentar o sobrenatural. A mesma decide ajudar e vai ate o apartamento, lá ela entra no ‘O Distante’ mas acaba quase sendo morta por ninguém mais ninguém menos do que aquela velha que assombrava o Josh (Patrick Wilson) nos dois primeiros filmes fazendo, além do mais, Alex o filho mais novo de Sean decide chamar a dupla de Caçadores de Espíritos que vocês sabem muito bem que são! E foi por causa desse caso da Quinn que Elise conhece os rapazes e se junta a eles formando aquele grupo paranormal. Isso tudo nos 50 minutos. Depois disso, o filme se desenrola na casa e no Distante.

sobre4

Os dois primeiros filmes foram ótimos, Sobrenatural possui um enredo bem construído e essas ligações que ele possui com o passado, presente e futuro são demais, acho da hora, sem falar que a atmosfera sombria do longa é maravilhoso, os efeitos são bem feito e claro, a trilha instrumental bem composta. A origem pode é não ser tão foda ou superior aos anteriores, mas ele não chega a ser ruim, apesar de não ter trago nada de novidade para os fãs, foi um bom filme, com boas cenas de tensões, mas ainda sim não supera os capítulos 1 e 2, o que faz Sobrenatural ser uma franquia diferenciada das outras é que ela conseguiu chegar no seu terceiro ano sem esta desgastada, por que geralmente a maioria dessas franquias se cansam e acaba estragando tudo. Mas vale conferir, como eu disse, é um bom filme de terror e pra ser sincero amo essa franquia e ainda considero um dos melhores terrores atual.
Uma coisa que eu não podia deixar de comentar é que a atriz Lin Shaye se saiu ótima, muito talentosa, essa mulher é demais e sua personagem com certeza é a alma dessa franquia.

sobre5Nota:7,5/10

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: