Sam Mendez diz não querer mais dirigir 007.

Por Cleber Eldridge.

O diretor de cinema britânico Sam Mendes revelou que provavelmente não voltará a trabalhar em outro filme de James Bond após “007 Contra Spectre”, a nova missão do agente secreto que será lançada em novembro no Brasil.

“Eu disse não para o último (filme) e acabei fazendo, mas acho que provavelmente este será o último. Terminamos de filmar e tivemos uma grande experiência, foi uma mudança de vida fantástica”, disse Mendes à “BBC” sobre o novo filme, no qual Daniel Craig fará sua quarta aparição como o agente com licença para matar.

Diretor de cinema e teatro, Mendes venceu o Oscar de melhor diretor em 2000 por “Beleza Americana” e dirigiu os dois últimos filmes de James Bond, “007 – Operação Skyfall” (2012) e o novo “007 Contra Spectre”.

“Sou mais feliz ensaiando uma obra de teatro ou editando um filme, e quando termino de editar um filme, geralmente quero voltar ao mundo do teatro. É como estar em casa, é controlável depois do caos do set de um filme. Mas não vai demorar muito até querer fazer outro filme, e sou muito sortudo de poder fazer uma e outra coisa”, ressaltou Mendes.

“007 Contra Spectre” foi filmado em Londres, México, Itália e Marrocos e, segundo Mendes, mais de mil pessoas trabalharam na produção do longa-metragem.

No elenco do novo filme se destacam Christoph Waltz, Lea Seydoux, Monica Bellucci, Ralph Fiennes e Andrew Scott.

Os produtores elegeram o nome “Spectre” porque assim era conhecido o sindicato do crime internacional comandado pelo vilão Blofeld, que aparece pela primeira vez na obra escrita por Ian Fleming sobre James Bond “Operação Trovão”.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: