Namoro ou liberdade: Ser Livre a qualquer custo

Por Alysson Melo
Será possível ser feliz, estando solteiro? o impasse de namorar ou não alguém? esses são os principais questionamentos que o longa quer nos passar e aqui não se trata de uma comédia romântica, mas sim um filme sobre como como namorar e as consequências de ter um relacionamento sério.A história fala sobre Jason (Zac Efron), Daniel (Miles Teller) e Mikey (Michael B. Jordan) três grandes amigos, que estão juntos sempre que podem. Depois descobrir a traição de sua esposa, Vera (Jessica Lucas), Mikey passa a morar no apartamento de Jason. Aproveitando a solteirice do amigo, o trio faz um pacto de pegar o maior número possível de mulheres e jamais ter um relacionamento sério. Entretanto, por mais que tente se envolver com outras mulheres, Mikey está decidido a reconquistar a esposa. Em uma ida ao bar, Jason conhece a bela Ellie (Imogen Poots) e, aos poucos, se vê cada vez mais ligado a ela. Já Daniel começa a sentir algo a mais pela amiga Chelsea (Mackenzie Davis).Poderia dar certo 3 melhores amigos cumprirem um pacto de nenhum deles namorarem? Jason interpretado pelo Zac Efron é um solteiro convicto que não consegue dizer sim ao namoro a nenhuma das mulheres as quais se envolve, seu melhor amigo Daniel vive de bar em bar atrás de sexo fácil e Mikey vive um dilema ao ser traído pela esposa.

O diretor Tom Gormican acerta ao trazer uma comédia leve, divertida, inteligente e bem humorada onde aqui até as cenas impróprias ficaram adequadas ao longa , a escolha dos atores também foi um bom acerto colocar os famosos Zac Efron(Homem de Sorte) e Michael B. Jordan( Fruitvalle Station- A Utima Parada) eles já provaram que são bons atores apesar das criticas negativas em Hollywood, aqui eles dão conta do recado e a relação dos amigos tem uma ótima química que podemos dizer que eles são melhores amigos. A escolha do elenco feminino também foi um ponto positivo as lindas: Imogen Poots( A Hora do Espanto) e Mackenzie Davis que dão um charme a mais ao filme.

O roteiro mostra que é possível ser solteiro, ter amigos mas sempre vai aparecer alguém que mecha com a gente, essa sendo uma das maiores lições obtidas por quem o assiste.Em vários momentos temos falas engraçadas e inteligentes, o roteiro peca em caminhar para  o previsível não havendo muitas surpresas ou reviravoltas entre os personagens. Apesar de caminhar para um final feliz nem tudo são flores e apesar do tema sexo estar presente na maioria dos filmes do gênero aqui ele é muito utilizado como forma de nutrir uma solidão, carência, e imaturidade dos personagens em crescerem como pessoas. O roteiro tem lá seus bons momentos mas talvez se tivesse ido por outra abordagem, acredito que teria mais êxito.

Como outros filmes de mesma temática é notável que “Namoro ou Liberdade” seja comparado a filmes como? “Sexo sem compromisso”, “Amizade Colorida”, mas a diferença é que esse se sobressai no sentido que o que importa aqui não são os namoros e sim o amadurecimento que os personagens vão adquirindo conforme a narrativa vai passado e esse é um dos pontos fortes do filme.

Cabe ao espectador observar atento os aprendizados que o roteiro que nos passar, sobre encontrar um amor, se entregar ao amor, encarar de frente a possibilidade de namorar alguém que a gente goste, nesses pontos o filme acertou em cheio e o final foi bem executado dando margem ao que o namoro fará com a vida dos personagens.

Um filme que deve ser visto não só pelos solteiros mas por todas aquelas pessoas que acreditam ou não que não se pode ser feliz sozinho que ha por ai o amor de suas vidas, porque se vai ser namoro ou liberdade só o tempo irá dizer.

Nota: 7,0

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: