Grandes Trilhas do Cinema.

Na postagem de hoje resolvi relembrar algumas das grandes trilhas marcantes do cinema. A música é um elemento essencial em todos os filmes, ela ajuda a criar a atmosfera perfeita, em romance, nas cenas de ação, ajuda na carga dramática. Em alguns casos, a trilha certa pode garantir que uma imagem se torne inesquecível. Fiz uma pequena seleção de musicas históricas.

Cheek to Cheek é uma canção escrita por Irving Berlin e interpretada pela primeira vez por Fred Astaire no filme “O Picolino” (1935). Uma música linda, que provavelmente mais famosa por suas linhas de abertura. Sem dúvida alguma Cheek to Cheek é até hoje uma das mais belas canções da história dos musicais hollywoodianos e por isso foi relembrada em vários outros filmes como “À Espera de um Milagre”, “A rosa purpura do Cairo”, “O Paciente Inglês” e “Rain Man”.

O céu, eu estou no céu, e meu coração bate de forma que mal consigo falar …” 
 

“Tara’s Theme” de …E o Vento Levou (1939)
Max Steiner foi um compositor do cinema americano que arquivou um lendário status como o criador de centenas de clássicos entre eles Tara’s Theme- Gone With the Wind – …E o Vento Levou. Entre as décadas de 1930 e 1960, foi um dos mais notórios compositores do cinema, criando temas para filmes diversos. Foi nomeado dezoito vezes pela academia por seu trabalho, dentre os quais ganhou três. Anos após sua morte ele permanece um dos gigantes da história do cinema, e sua música ainda floresce.

Uma das minhas musicas favoritas de filmes infantis “Bibbidi Bobbidi-Boo” é uma canção , escrita em 1948 por Al Hoffman , Mack David e Jerry Livingston . Foi introduzido no filme “Cinderella” (1950). A musica foi indicado na categoria de Melhor Canção no Oscar (1951).

Uma das maiores cenas do cinema e uma referência quando se trata de coreografias musicais da sétima arte, esta cena é mágica e faz parte do filme “Cantando na Chuva” (1952), estrelado e dirigido por Gene Kelly (e Stanley Donen). Faz parte de nossas cenas favoritas e clássica. A atuação de Gene Kelly é tão brilhante que parece que a coisa mais maravilhosa do mundo é cantar na chuva, sensacional!!!

“Singin`In The Rain” é interpretada por Gene Kelly e foi composta por Nacio Herb Brown. Quase todas as músicas de “Cantando na Chuva” não foram escritas para o filme (com exceção de “Moses Supposes”), sendo selecionadas de outros filmes e o roteiro foi montado a partir dessas músicas.

Supercalifragilisticexpialidocious é o título de uma canção do filme “Mary Poppins” (1964). A canção descreve a forma milagrosa para sair de situações difíceis, e mesmo mudar a sua própria vida. Uma  outra interpretação faz referência a algo fora do comum, algo que está acima do comum, uma coisa espetacular.

De acordo com os irmãos Richard e Robert Sherman, a canção foi composta em duas semanas. A palavra pode ser definida como: super- “above”, cali- “beauty”, fragilistic- “delicate”, expiali- “to atone”, and docious- “educable”, o que significa “Atoning for educability through delicate beauty.” Em português, algo como “Expiatório para educabilidade através da delicada beleza”.

Música de Vangelis, tema do filme “Chariots of Fire– Carruagens de Fogo” (1981). Essa música é ideal para comemorar ou relembrar momentos de glória.

Evángelos Odysséas Papathanassíu, mais conhecido como Vangelis é um músico grego de renome internacional nos estilos neo-clássico, progressivo, música eletrônica e ambiente. Suas composição mais conhecida é o tema vencedor do Oscar (1981), com o filme “Carruagens de Fogo.

_______________________________________________________________

z33

Igor Quadros

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: