Festival de veneza (2015): já temos um vencedor!

E não é que deu América Latina na premiação do 72º Festival de Veneza?

O festival de cinema mais antigo da atualidade chegou ao fim hoje, com o anúncio dos premiados pelo júri presidido pelo diretor Alfonso Cuarón. O vencedor do Leão de Ouro, prêmio máximo do evento, foi o venezuelano Desde Allá, de Lorenzo Vigas, que acompanha a saga de um homem de meia idade, homossexual, que vaga pelas ruas de Caracas em busca de jovens amantes.

Coube ao argentino Pablo Trapero o Leão de Prata de melhor diretor, por El Clan, enquanto que Anomalisa, animação dirigida por Charlie Kaufman e Duke Johnson, ficou com o Grande Prêmio do Júri.

Ausente da mostra competitiva, o cinema brasileiro levou dois troféus para casa na mostra paralela Orizzonti. Boi Neón, de Gabriel Mascaro, ganhou o Prêmo do Júri, enquanto que Valentina Herszage, Mari OliveiraJúlia Rolize e Dora Freind dividiram o prêmio especial Bisato de Oruro todas por Mate-me Por Favor. Os dois filmes terão sua estreia no Brasil na próxima edição do Festival do Rio.


Confira abaixo a relação completa dos premiados no 72º Festival de Veneza:

LEÃO DE OURO
Desde Allá

GRANDE PRÊMIO DO JÚRI
Anomalisa

MELHOR DIRETOR
Pablo Trapero (El Clan)

MELHOR ATOR
Fabrice Luchini (L’Hermine)

MELHOR ATRIZ
Valeria Golino (Per Amor Vostro)

PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI
Abluka

PRÊMIO MARCELLO MASTROIANNI DE REVELAÇÃO
Abraham Attah (Beasts of No Nation)

MELHOR FILME – MOSTRA ORIZZONTI
Free in Deed

MELHOR DIRETOR – MOSTRA ORIZZONTI
Jake Mahaffy (The Childhood of a Leader)

MELHOR ATOR – MOSTRA ORIZZONTI
Dominique Lebornein (Tempête)

PRÊMIO DO JÚRI – MOSTRA ORIZZONTI
Boi Neón

MELHOR CURTA-METRAGEM – MOSTRA ORIZZONTI
Belladonna, de Dubravka Turic

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: