Crítica: Ricki and The Flash: De Volta Para Casa (2015): Um Bad Romance honesto para uma Sessão da Tarde

Por Vinicius Montano

 

Meryl Streep é uma roqueira integral, e mãe nas horas vagas. É o que você vai ver no drama Ricki And The Flash: De Volta Para Casa, mais um filme sobre cantores de terceira idade em crise que já foi mostrado esse ano em ‘Não Olhe Para Trás’ com Al Pacino. Depois de um fiasco em ‘Caminhos da Floresta’ filme que foi avacalhado pela crítica, Meryl se segura um pouco nessa fita dirigido por Jonathan Demme (do clássico O Silêncio dos Inocentes).

A trama fala sobre Ricki (Meryl Streep), que fez muito sucesso como Estrela do Rock e é uma artista lendária apesar de já não fazer tanto sucesso como antes, porém, deixou os filhos em segundo plano para se dedicar a carreira, agora ela quer retomar o contato com os mesmos, enquanto um deles passa por um complicado divórcio.

 

landscape-1431009191-screen-shot-2015-05-07-at-103240-am

 

O filme nos mostra um enredo voltado a cantores de sucesso dos anos 70, com músicas boas de todos os gostos, mas a forma como foi trabalhada, vamos dizer assim, interessante, mas totalmente simples e honesta, mostra um reencontro com ex-marido, citações de Bad Romance da Lady Gaga que aparece pouco, começa a ficar bastante engraçado dos 30 minutos até acabar, e o relacionamento de mãe e filha rebelde que sofreu uma traição e vive a base de remédios controlados, esta filha na vida real (Mamie Grummer numa atuação fraca e insensível) que é o ponto mais fraco do filme.

Meryl Streep usa um figurino estiloso e punk no estilo Rock in Rio, e de bandas como Kiss A-HA entre outras. Kevin Kline numa atuação simpática e agradável e com momentos sensíveis em suas cenas com Meryl Streep. Destaque também para Sebastian Stan para o filho que está para se casar, Nicky Westrate como o filho gay na qual diverte um pouco e rouba a cena do filme, e Ricky Springfield (da série True Detective) como o parceiro de banda e interesse romântico da Meryl Streep. Enfim, Ricki And The Flash: De Volta Para Casa é um Bad Romance misturado a Feel Good independente, esperta e comum, nada impressionante, mas um filme para nós assistirmos numa “Sessão da Tarde” da vida.

 

Meryl Streep;Rick Springfield

___________________________________________________________________________________

11709_10206341116069965_6850308634674435730_n
VINICIUS MONTANO

 

Nota: 6/10

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: