Comentando a Filmografia .:: Matteo Garrone.

Por Cleber Eldridge.

O italiano que se tornou estrela em Cannes, em sua curta filmografia, apenas quatro filmes o italiano colocou todos os quarto em pauta no festival de Cannes – lá ele conseguiu conquistar o júri duas das suas quatro participações se cativaram e o premiaram com o grande prêmio, em O Embalsamador (2002) sua primeira participação, o diretor foi colocado em uma das mostras paralelas, cinco anos depois ele entraria para competição com Gomorra (2008) o filme fez sucesso, ganhou o grande prêmio do júri, agradou a crítica, mas não o público e ficou por isso mesmo, quatro anos mais tarde Garrone voltaria a competição com Reality – A Grande Ilusão (2012) com uma proposta maior o diretor fez o mesmo feito de seu filme anterior, ganhou a crítica (e mais uma vez o grande prêmio do júri) mas, o público não foi com a cara do filme, o mais recente Tale os Tales (2015) fez um certo barulho na competição esse ano, em seu primeiro filme falado em inglês, ele agradou crítica e público, mas nada de prêmio do júri esse ano – em outras palavras, Garrone ainda não disse especificamente ao que veio, nem demonstrou muito do seu cinema, vamos esperar por seus trabalhos posteriores.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: