‘VENOM(2018) – DECEPÇÃO DEFINE ESSE FILME

Por: Vinicius Montano

Chega agora esse fim de semana nas telonas, um dos lançamentos mais aguardados da Sony em associação com a Marvel. ‘Venom’, o vilão dos quadrinhos arqui-inimigo do Homem-Aranha, ganha agora seu filme solo do anti-herói, protagonizado nada menos por Tom Hardy(‘Mad Max: A Estrada da Fúria’). Dirigido por Ruben Fleicher(‘Zumbilândia’), o filme traz no elenco Michelle Williams, Riz Ahmed e Jenny Slate.

A sinopse do longa se passa em San Francisco, Estados Unidos. Eddie Brock (Tom Hardy) é um jornalista investigativo, que tem um quadro próprio em uma emissora local. Um dia, ele é escalado para entrevistar Carlton Drake (Riz Ahmed), o criador da Fundação Vida, que tem investido bastante em missões espaciais de forma a encontrar possíveis usos medicinais para a humanidade. Após acessar um documento sigiloso enviado à sua namorada, a advogada Anne Weying (Michelle Williams), Brock descobre que Drake tem feito experimentos científicos em humanos. Ele resolve denunciar esta situação durante a entrevista, o que faz com que seja demitido. Seis meses depois, o ainda desempregado Brock é procurado pela dra. Dora Skirth (Jenny Slate) com uma denúncia: Drake estaria usando simbiontes alienígenas em testes com humanos, muitos deles mortos como cobaias.

@Divulgação: Sony Pictures Brasil

O filme traz um roteiro completamente bagunçado ao extremo, traz um inicio ok, mas depois o filme vai ladeira abaixo completamente. Tem alguns momentos que você sente até constrangimento em algumas cenas que te dá até raiva e perde a noção do que está acontecendo no filme, os efeitos especiais são toscos, mas o CGI do ‘Venom’ eu achei nada demais. Salvo a sequência de perseguição nas ruas de San Francisco que o Eddie Brock tenta fugir dos capangas de Carlton Drake na qual ele usa os poderes de acrobacias como esticar braços e saltos pelo alto com a moto.

As atuações são muito deprimentes em seus personagens. Tom Hardy como Eddie Brock/Venom, é um jornalista alcóolatra que nesse filme ao invés de ser tratado como mau-caráter, seus tons de diálogos parecia um bêbado palhaço. Michelle Williams como a advogada Anne, o seu interesse amoroso, numa atuação horrível e sem carisma e quimica nenhum com o Eddie Brock. Já Riz Ahmed como o Dr. Carlton Drake, criador do projeto Vida, achei que ele combinou bem o papel de vilão, num tom bastante calculista. Já Jenny Slate como a Dra. Dora Skirth é um personagem que serve de testemunha de uma denuncia contra o seu chefe e seu trabalho ilegal, mas com uma conclusão patética.

@Divulgação: Sony Pictures Brasil

Com uma luta final de dar um tiro no pé de tão patético que foi, ‘Venom’ mostra que a decepção define pra esse filme, e merece entrar na lista de piores filmes do ano de 2018, ao invés de um tom sombrio e um filme que não tem presença de sangue em momento algum, parece um filme inútil que você esquece rapidinho depois que sai da projeção do filme.

1 thought on “‘VENOM(2018) – DECEPÇÃO DEFINE ESSE FILME

  1. Minha família e eu adoramos o filme muito carismático . Crítica é crítica ok . Porém cinema lotado e todos adoraram o filme não considero o pior filme de 2018 .

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: