UM DIA DIFÍCIL (2016)

Por Rafael Yagami

Voltando do enterro de sua mãe, Gun-su, detetive da polícia criminal, mata um homem em um acidente de carro. Para encobrir o caso, ele decide esconder o corpo do homem no caixão de sua mãe. Quando o caso ganha importância na polícia, seu parceiro de trabalho é nomeado para fazer a investigação. Gun-su acompanha o desenvolvimento do caso, conforme os detalhes do acidente vão sendo revelados. As coisas ficam ainda pior quando uma testemunha do acidente ameaça Gun-su.

Seong-Hoon Kim assume a direção, um trabalho muito diferente do mercado americano e tem sua essência própria e personalidade. Recheado de sequência de muita ação e com um jogo de câmera ágil e cheio de adrenalina. A trama em si não casa muito com toda essa energia e no meio da produção, o público sente o cansaço e fadiga, mesmo não sendo um filme muito longo.

a-hard-day-screenshot-6

Roteiro que também foi escrito pelo diretor tem uma trama a primeira vista interessante e chamativa e logo no inicio seus elementos são apresentados de forma convincente, porém tirando o personagem principal, os demais personagens ficam um pouco deslocados e para piorar a situação, a trama não se sustenta até o final.

No elenco temos o ator sul coreano Lee Sun-kyun no papel principal e que merece muitos elogios, sem duvidas a melhor coisa da produção, personagem interessantíssimo e cheio de medo, duvida e motivações reais. Jin-Woong Cho, também entrega um trabalho interessante, por fim temos Jeong Man-Sik e Shin Jung-Keun ambos não marcam presença.

maxresdefault

Kkeutkkaji Ganda no original é uma produção para poucos, por ser tão especifico fica restrito aos amantes desse tipo de cinema, para os demais é um filme cansativo, com uma boa atuação e boas cenas de ação.  Porém que no final não marca e não quer dizer nada.


6tag_220516-203014

Nota: 4/10

Rafael Yagami

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: