Trilogia – Parte 1

Por: Rafael Mayrink

Para maratona da semana decidir indicar trilogias, porém como foi impossível fazer em um único post, decidi dividir em duas partes. Essa é a primeira, com algumas das principais trilogias lançada. Espero que gostem.

 

De volta para o futuro.

Back-to-the-future1-600x337

Não tem como fazer a lista sem começar com esta trilogia. Para mim um dos melhores filmes já lançados, e quando digo isso não é somente o primeiro ou segundo, mas os três lançamentos conseguiram manter a qualidade. Como já falei na maratona sobre viagem no tempo, o filme funcionou em todos os momentos, construção de personagem, história envolvente, romance. E mesmo quando o terceiro foi lançado com um enredo diferente dos seus anteriores e se tornando um filme de faroeste, ele ainda conseguiu manter alta qualidade, e dando um encerramento digno para à trilogia. Filme para assistir com a família, amigos ou até sozinho, pois sempre será uma ótima diversão.

 

Toy Story

toy-story3-divulgacao2-original

Primeira animação da Pixar feita totalmente em computação gráfica. E Não poderia ter sido outra, com histórias que conseguem passar da comedia para o drama sem deixar de ser filme para garotada. Com os personagens cativantes, esta trilogia fez muitos marmanjos chorar igual criança, principalmente no terceiro em que temos a despedida daqueles adoráveis brinquedos. Três filmes podem ter sido com algumas histórias pode ter sido iguais, mas impossível não reconhecer a construção de um mundo imaginário, e acreditar que aquele é o mundo real. A trilogia mostrou como é bom ser criança, fazendo sentir saudades da melhor fase da vida.

Bourne (Com Matt Damon)

a_supremacia_bourne_2004_g

Ele só quer lembrar quem é! Porque fazer três filmes sobre isso? Porque sim. Ação, suspense policial, máfia, romance, lutas e perseguições, quase tudo nesta trilogia funciona. Com atores fazendo seus melhores papeis e uma ótima direção. O roteiro também muito bem escrito, conseguindo ser amarrado e se tornando uma referencia para os filmes de espionagem. Pena que pecou no modo filmar, pois em suas cenas de ação o diretor não conseguia ficar com a câmera quieta e por mais que eu goste do filme com o Jeremy Renner, ele nunca terá o carisma do Matt Damon.

Onze/Doze/Treze homens e um segredo

OnzeRefilmagem de Onze Homens e um Segredo (1960). A trilogia foi dirigido por Steven Soderbergh. Tem atores de peso. George Clooney, Brad Pitt, Julia Roberts, Matt Damon, Andy Garcia, Don Cheadle, Casey Affleck, e esse é só uma pequena parte de um elenco que a cada filme melhora. Uma história ágil, com bastante humor inteligente, planos bem construídos e reviravoltas espetaculares. O roteiro consegue ser dinâmico e sempre deixando o espectador a um passo atrás do que esta sendo executado. E mesmo que você se sinta perdidos em alguns momentos, recomendo que assista sem medo, não tem como arrepender.

Batman (Nolan)

Batman

Quem acompanhou a história do homem morcego no cinema, sabe que essa trilogia conseguiu da vida a um super-herói que tinha um passado tão sombrio quanto esta versão. Os três filmes conseguiram criar uma nova formula para o gênero de super-herói com seu estilo realista. Trazendo uma nova visão para o cinema do gênero. E apesar de ter sido baseada em um personagem das histórias em quadrinho, ele conseguiu ser aceito pelo público e pelos críticos, agradando  mesmo aqueles que não conhecem sua história. Com uma direção de respeito, uma história muito bem contada e o elenco competente. Se tornando para muitos a melhor trilogia feito de um personagem de HQ.

Existem outros filmes que poderiam entrar nesta maratona. Entre eles Trilogia Homem Aranha (Sam Raimi), que até o segundo filme foi muito bem aceito por todos, mas pecou no terceiro. Matrix, filme que mudou tudo no cinema, excelentes atores efeitos especiais, porém tem um história ambiciosa se perdendo em vários momentos. Homem de ferro, um dos heróis mais carismático do cinema, Robert Downey Jr. ficou perfeito como Tony Stark/Homem de ferro, mas o terceiro filme não agradaram aos fãs descaracterizando um dos principais vilões.

—————————————————————————————————-

Rafael Mayrink
Rafael Mayrink

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: