TOP 10 – MELHORES DO ANO, POR EDUARDO PEPE

Por Eduardo Pepe

 

10 – Bingo – O Rei das Manhãs

@Divulgação Warner Bros

A história de Arlindo Barreto, o primeiro interprete do palhaço Bozo no Brasil, ganhou corpo e vigor nesse filme que retrata a TV e a sociedade brasileira nos anos 80, além de ser um retrato interessante da dicotomia de um homem que é famoso apenas quando está na roupa de palhaço.

 

9 – Como Nossos Pais

@Divulgação Imovision

A relação de mãe e filha já rendeu dezenas de filmes ao longo das décadas e vai continuar rendendo já que é um assunto constante e inesgotável. Aqui, nesse grande vencedor do festival de Gramado, o assunto ganha contornos hora ácidos, hora afetuosos e acrescenta também o bônus de abordar com contundência a situação da mulher moderna.

 

8 – Bom Comportamento

@Divulgação Paris Filmes

Indicado a Palma de Ouro, trata-se de um inquietante suspense de corrida contra o tempo em que um jovem sempre às voltas com lei tenta resgatar seu irmão que tem problemas mentais do hospital antes que ele seja levado para a cadeia.

 

7 – Gabriel e A Montanha

@Divulgação Pagu Pictures

Um dos filmes mais bonitos do ano é essa afetuosa reconstrução da viagem sustentável do economista brasileira Gabriel Buchmann por países africanos. O diretor ao utilizar as pessoas e os locais que Gabriel realmente esteve consegue uma autenticidade absolutamente encantadora e tocante.

6 – Blade Runner 2049

@Divulgação Sony Pictures

O clássico de ficção-científica de 1982 ganhou uma continuação à altura que não apenas atualiza os questionamentos e o visual proposto pelo primeiro filme como também amplia levando a trama por caminhos surpreendentes e que se relacionam fortemente com o mundo que vivemos.

 

5 – Toni Erdmann

@Divulgação Sony Pictures

A comédia dramática alemã surpreendeu ao injetar criatividade para uma trama comum: a tentativa de reaproximação de um pai ausente e uma filha rancorosa e viciada em trabalho. O humor vem genuinamente de situações imprevisíveis e do talento notável dos dois protagonistas.

 

4 – La La Land – Cantando as Estações

@Divulgação Paris Filmes

O apaixonante musical de Damien Chazelle reascendeu a paixão e a força dos musicais nos tempos atuais. O longa provou que ainda há espaço para romantismo, nostalgia e jazz nos tempos presentes sem precisar se desconectar da atualidade.

 

3 – Moonlight – Sob A Luz do Luar

@Divulgação Diamond Films

O diretor Barry Jenkings surpreendeu ao ganhar o Oscar de Melhor Filme com esse filme sobre identidade, autodescoberta e minorias que é tão atual e relevante em seu conteúdo quanto é poético em sua abordagem.

 

2 – Manchester à Beira Mar

@Divulgação Sony Pictures

O diretor Kenneth Lonergan fez um dos contos mais sinceros sobre o luto e corou tudo com grandes atuações de seu elenco, especialmente, o vencedor do Oscar Casey Afleck no papel principal.

 

 

1– Uma Mulher Fantástica

@Divulgação Imovision

O representante do Chile no Oscar 2018 de Filme Estrangeiro acompanha a vida de uma jovem que perde abruptamente o namorado com o qual morava junto. Além de enfrentar a dor da perda, ela é obrigada a encarar os mais variados tipos de desconfiança e injustiça simplesmente pelo fato de ser uma mulher trans. A abordagem lírica do diretor Sebastián Lelio e atuação assombrosamente expressiva de Daniel Veiga fazem desse filme um dos melhores e mais necessários dos últimos anos.

—————————————————————————————————————————–

 

Um comentário em “TOP 10 – MELHORES DO ANO, POR EDUARDO PEPE

  • 8 de janeiro de 2018 em 16:02
    Permalink

    Opa uma lista de peso, nem todos gostei, mas sem dúvida muita magia do cinema!!!!!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: