The King and I | O Rei e Eu (1956)

Essa adaptação para o cinema da obra da escritora Margaret Landon. Realizado pelo cineasta Walter Lang, o filme apresenta uma maravilhosa trilha sonora, recheada com lindas canções como, por exemplo, “Shall We Dance?” e “Getting To Know You”, bem como, magníficos cenários.

z1

A direção de Walter Lang é consistentemente boa.  O figurino é bastante coerente com a época (2ª metade do século XIX).  Adicionalmente, “O Rei e Eu” conta com as brilhantes atuações de Yul Brynner e Deborah Kerr, nos papéis principais.

z2 z3

Filme bem feito e maravilhoso de se assistir! Yul Brynner dá um show de soberba na sua atuação que foi merecidamente coroado com o Oscar, Deborah Kerr também dá um show de interpretação e consegue nos cativar do início ao fim do filme. No mais, o elenco, as interpretações e os cenários magníficos conseguem fechar com chave de ouro, uma belíssima obra. O filme é incrível, belo e com aquela arte classuda bem típica da época de ouro dos musicais.

z4 z5 z6

Principais prêmios e indicações

Oscar 1957 (EUA)
Venceu na categoria de Melhor Ator (principal) (Yul Brynner), Melhor Direção de Arte – Colorida, Melhor Som, Melhor Trilha Sonora e Melhor Figurino – Colorido.
Indicado nas categorias de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Atriz (Deborah Kerr) e Melhor Fotografia – Colorida.
Globo de Ouro 1957 (EUA)
 
Venceu nas categorias de Melhor Filme (comédia ou musical) e Melhor Atriz (comédia ou musical) em cinema (Deborah Kerr).
Indicado na categoria de Melhor Ator (comédia ou musical) em cinema (Yul Brynner).
Writers Guild of America 1957 (EUA)
 
Recebeu o prêmio WGA de Musical Estadunidense Melhor Escrito
_____________________________________________________________________

z33

 

Igor Quadros 

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: