REVIVENDO MOMENTOS: RAZÃO E SENSIBILIDADE

Por Rafael Yagami

Baseado no best-seller de Jane Austen “Razão e sensibilidade” acompanha a historia das irmãs Dashwood que depois da morte do seu pai que tinha duas famílias, as irmãs são deixadas com nada, pois a herança é passada apenas para um filho do sexo masculino. Tendo que abandonar sua grande casa, passam a viver de favor em um pequeno chalé de um parente distante e ainda precisam lidar com a pressão de ainda serem solteiras e com a idade já avançando sobre ambas, onde uma das irmãs é amorosa e sentimental e a outra mais seria e focada.

Aqui temos cinco motivos para você rever esse grande clássico do cinema americano:

razao-e-sensibilidade

1 – Lançado em 1995, o filme foi um grande sucesso de bilheteria custando 16 milhões de dólares e somando na sua bilheteria mais de 134 milhões de dólares.

2 – Estrelado por Emma Thompson e Kate Winslet, onde ambas foram indicadas ao Oscar, Globo de Ouro, Sag e Bafta. Além do seu elenco ainda ter o eterno Alan Rickman, famoso pelo seu papel de Snape em Harry Potter, que infelizmente faleceu em 2016.

3 – O roteiro foi adaptado pela própria Emma Thomson, um trabalho cuidadoso e muito demorado segundo a atriz e que foi muito bem agraciado com o Oscar e Globo de Ouro de Melhor Roteiro.

4 – Mesmo sendo um romance de época e que para muitos pode ser um filme chato, é uma produção muito honesta e dirigida com maestria pelo ganhador de 2 Oscars Ang Lee, o diretor transmite muito sentimento e emoção fazendo o publico de emocionar com momentos simples, nada aqui é forçado.

5 – É a adaptação americana mais bem sucedida de um romance escrito por Jane Austen, porém acabou perdendo o Oscar de Melhor Filme para o drama de guerra “Coração Valente” de Mel Gibson.

razc3a3o-sensibilidade

O filme envelheceu bem e hoje é um cult do cinema romântico, o ritmo flui bem e com um elenco afinadíssimo “Sense and Sensibility” no original é uma excelente aposta para quem gosta de um delicado romance de época com forte mensagem social.


RAFAEL YAGAMI
RAFAEL YAGAMI

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: