REVIEW: GAME OF THRONES – SÉTIMA TEMPORADA EP. 04

Por Cadu Costa

 

GAME OF THRONES T7-E4: ENFIM, FOGO E SANGUE, BEBÊ!

 

The Spoils Of War (Os Espólios da Guerra)

 

Ainda extasiado com o que acabamos de ver, escrevo que foi um dos melhores combates da história de Game Of Thrones. Tudo o que esperávamos ver desde o dia que escolhemos assistir esse seriado está neste episódio. E detalhe: é só o começo, a guerra está chegando ao seu auge ainda.

AVISO DE MUUUUUUUUUUITOS SPOILERS***************

O episódio começa com Jaime Lannister e Bronn saindo de Jardim de Cima (R.I.P. Lady Ollenna Tyrell). Jaime vigia a uma enorme pilhagem com a riqueza da família Tyrell. São sacos e sacos de ouro, moedas e etc. É dito que tudo segue para o Banco de Braavos afinal a Coroa deve muito e sabemos bem que os Lannisters sempre pagam as suas dívidas.

Há! Mal sabe ele…

Lá no Norte, as coisas estão tensas. Mindinho continua sua já batida vontade de influenciar os Starks. A ‘vítima’ agora é Bran.  Mindinho diz que está lá para protegê-lo e para responder a qualquer coisa que ele precise perguntar. O ‘Falsiane’ relembra a morte de sua mãe e diz que fará qualquer coisa por seus filhos para compensar não ter podido salvá-la. Vale lembrar que Mindinho sempre foi apaixonado pela falecida Lady Stark. Só que Bran agora é o Corvo de Três Olhos e enfrentar a caôzada virou sua missão. Após isso, o jovem Stark se encontra com Meera. Ela o informa sobre sua ida para Atalaia da Água Cinzenta, sua terra natal, porque quando o Exército dos Mortos vier ela quer estar com sua família. E é exatamente agora que presenciamos a maior prova de ingratidão desde Temer com Dilma. Tudo o que Bran diz àquela quem o carregou literalmente nas costas é: ‘obrigado’.Sério? Isso é tudo o que ele tem a dizer? Meera, chateada, obviamente, percebe que Bran morreu naquela caverna da última temporada.

@DIVULGAÇÃO HBO

Enfim, Meera, deixa ele. Vem aqui pra casa que ele não te merece… Te garanto que o Inverno aqui é beeeeem mais tranquilo.

E outra, na boa, uma observação sobre esse Mindinho: irmão, na moral, dá linha na pipa, ninguém te quer por perto. Sabe o que tu tá parecendo? Aqueles tiozão bêbado da festa de família que só fala merda mas nego atura por ter dado um presente maneiro pro sobrinho pentelho calar a boca. Vaza daí, filhão!

Na Pedra do Dragão, Jon Snow consegue o que veio buscar e além. Ele e Sir Davos levam a Rainha Daenerys, Missandei e alguns dos guardas Dothraki para uma caverna subterrânea cobertas com camadas de Vidro de Dragão. Jon diz estar satisfeito, mas resolveu explorar um pouco e mostrou à Dany o porquê de todos se aliarem. A ameaça é real.

Nisso, chegam Tyrion e Varys para informar a Dany que tomaram o Casterly Rock, mas isso não serve de nada porque eles perderam parte dos Imaculados, incluindo Verme Cinzento. A fúria de Daenerys se justifica, afinal, ela perdeu Dorne, as Ilhas de Ferro e Campano por conta de estratégias inúteis quando tudo que ela queria era invadir a porra toda com certos dragões. Coisa mínima.

Nisso, a jovem Targaryen chega a questionar a lealdade de Tyrion, pois talvez ele realmente não queira machucar seus inimigos (sua família) depois de tudo. Ela pergunta a Jon Snow o que acha de começarem a brincadeira com um pouco de Fogo e Sangue, afinal. Ele diz se tratar de uma questão delicada, pois ao fazer isso, o que a difere dos péssimos reis anteriores? O que a difere de Cersei? Putz… será que finalmente esse João das Neves sabe de alguma coisa?

@DIVULGAÇÃO HBO

E Arya? Ah, a nossa jovem justiceira chega aos portões de Winterfell, mas os guardas se recusam a deixá-la entrar. Como assim? Tão loucos? Ela é personagem mais ‘BADASS’ desde a primeira temporada! Ela criou o feminismo antes de todo mundo pensar nisso. Aliás, se eu tivesse nascido homem nessa história, já dava a cabeceira da mesa antes dela pedir. Eles também devem ter percebido a força da jovem Stark e a deixam entrar.  Quando Sansa fica sabendo, vai se encontrar com a irmã na cripta dos Starks. Faz sentido, Arya viu a morte de Ned e sequer pôde se despedir.

As irmãs se encontram. É bonito, mas Arya fica sabendo de Bran e suspeita de algo. Bran conta a Arya que a viu na encruzilhada imaginando que ela poderia ir a King’s Landing. É neste momento que vemos a eterna chatice de Sansa voltar. Ao verem a adaga de aço valiriana de Bran, perguntam onde ele conseguiu. Ele diz ser de Mindinho e então entrega a Arya, dizendo não valer a pena para um aleijado.  Sansa faz aquela cara de ‘ai, ele gosta mais dela do que de mim, tá salcifufu na minha mão, deixa ele’. Sansa, por favor…

Destaque para um treino foda de Arya com Brienne. E ainda acham que Arya não é foda?

Voltando à Pedra do Dragão, Davos e Jon estão caminhando pela praia e batendo aquele velho papo de homem sobre uma certa rainha gostosinha dona de uns certos bichinhos fofos.  Jon faz aquela cara de não tô nem aí, mas na verdade ele sabe que ela é o novo crush dele. Aliás, ela é o crush de todo mundo nessa série.

É nessa brodagem que eis do aquém do além de onde não vem ninguém surge quem??? Theon Greyjoy. Ele chega à costa e pergunta a Jon se Sansa está bem – É dito que sim, mas depois Jon o puxa para perto e diz que justamente tê-la salvado de Ramsay Bolton é a única razão pela qual ele não é morto naquele momento. O rapazito bola, obviamente.  Ao ser perguntando sobre Yara, Theon diz que Euron a raptou e pede a ajuda da rainha.

E onde ela está?

Ah, queridos…No núcleo dos Lannisters, vemos Jaime e Bronn protegendo o ouro às margens do rio Blackwater. E é nessa hora que o bagulho fica doido, parceiros!

Um enorme exército Dothraki vem na direção deles com mais ódio no coração que torcida organizada de futebol. Bronn avisa a Jaime: ‘É cilada, Bino! Vaza!’

Mas, o general Lannister se recusa e aí é quando surge ela: Daenerys Targaryen e seu poderoso Drogon. O que vemos em seguida?

DRACARYS NELES!!!!

O fogo de Drogon extermina diversos soldados, ouro e comida. Jaime tenta contra-atacar informando todos os seus arqueiros para mirarem em Dany.  Drogon a protege.

@DIVULGAÇÃO HBO

Jaime então percebe que a arma contra os dragões de Qyburn está em um dos vagões – e ele não pode dispará-la com apenas uma mão, então ele diz a Bronn para ir buscá-la. No caminho para o vagão, Bronn encontra um poderoso soldado Dothraki. Após uma correria, Bronn o mata e mira a arma contra Drogon.

Mas, o dragão não tá de bobeira e voa na direção dele. Bronn dispara e atinge Drogon perto do ombro. Sem um dano muito grande, o dragão destrói todo o vagão e tal besta gigante. Bronn escapa por pouco.

Tyrion está ali observando todo o campo de batalha. É quando ele vê Jaime correndo em direção à Daenerys achando poder acabar com a guerra no momento em que ela e seu dragão estão vulneráveis.  E é agora que o coração de todos nós sairá pela boca. Quem vai morrer?

Começa a corrida:

“CORRE, JAIME!” – #TeamLannister

“VAMOS KHALEESI, SE LIGA DROGON!” – #TeamTargaryen

“Oh, seu idiota, seu idiota maldito” – #TeamTyrion

Dany se vira e vê Jaime chegar. Drogon então o vê também e quando o fogo começa a sair de sua boca, alguém aparece, joga Jaime fora de seu cavalo e ambos caem no rio.

Embaixo d’água, lentamente, Jaime afunda no rio.

EEEEEEEEEEE…SEMANA QUE VEM TEM MAIS, GALERINHA!

P.S.: Pra mim, não morreu. Acho Jamie peça fundamental ainda nessa guerra, mas aposto que vai repensar muuuuuuitas coisas com uma certa irmã rainha. Eu avisei que a tia Daenerys tava braba. Té mais!

______________________________________________________________

AUTOR DO TEXTO:

CADU COSTA
Lapa – 21 97945-0704

Um comentário em “REVIEW: GAME OF THRONES – SÉTIMA TEMPORADA EP. 04

  • 09/08/2017 em 06:21
    Permalink

    Que review horrível, fala sério

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: