Prison Break- Segunda temporada

Se você não está ligado(a) na Review sobre a primeira temporada de Prison Break, passa lá antes de continuar aqui.: http://www.cinecompipoca.com.br/prison-break-primeira-temporada/

 

alert-spoiler

Nessa segunda temporada a fuga não é mais de uma cadeia, mas sim do país todo, afinal agora são fugitivos procurados, tendo suas fotos divulgadas por todo os Estados Unidos, além da Companhia atrás dos irmãos. Verônica descobre a verdade de que o homem que Lincoln foi acusado de ter matado não está morto e tudo não passava de um plano da vice-presidente Caroline Reynolds, e logo após isso, a ex namorada e atual advogada de Lincoln é assassinada por um agente da Companhia.

A companhia coloca no caso, o agente especial do FBI Alexander Mahone, que também é extremamente inteligente e consegue deduzir os passos de Michael Scofield pela análise de suas tatuagens (onde o plano de fuga de Michael estava gravado). Pope demite-se do cargo de diretor da prisão Fox River; já Bellick, é demitido, e vai a procura dos fugitivos para receber a enorme recompensa. Sucre tenta reencontrar sua noiva Maricruz, e mesmo em meio a tantas dificuldades, mantém isso como sua prioridade. C-Note é preso, pois sua filha doente precisava de tratamento, (nesse meio tempo sua esposa é presa, mas C-Note resolve se entregar para Mahone, fazendo que sua esposa saia da prisão) mas depois tem a chance de começar a sua vida novamente fazendo um acordo com os federais para depor contra Mahone, nas execuções dos fugitivos. T-Bag rouba o dinheiro de Charles e foge para o Panamá, sendo seguido por Bellick e Sucre. Kellerman captura Sara e tenta matá-la. Kellerman, após ser traído pela companhia, entrega-se e salva Sara de ser acusada, livrando também Lincoln de todas as acusações. Michael, Lincoln e Sara se encontram no Panamá, e tudo parece que vai dar certo, quando o agente da companhia, Kim, aparece. Sara atira em Kim e o trio foge da polícia que chega no exato momento, Lincoln se separa, Michael e Sara são encurralados. Então, Michael assume a morte de Kim, para evitar que Sara seja detida, e acaba por ser enviado para a Penitenciaria Federal de Sona, no Panamá, considerada uma das mais violentas e perigosas do mundo, juntamente com Bellick, que havia caído em uma armadilha de T-bag, e Mahone, que foi acusado de porte de drogas graças a Michael.

prison-break_0011

E então, quem vocês acham que voltam?

 

______________________________________________________________________

 

Escrito por Ana Beatriz Valle

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: