‘NÃO SE ACEITAM DEVOLUÇÕES(2018)’ – UM PAPEL SURPREENDENTEMENTE MADURO DE LEANDRO HASSUM

Por: Vinicius Montano

Depois do sucesso latino-americano de 2014, ‘Não Aceitam Devoluções’, uma comédia dramática mexicana, vira mais uma vítima da maldição de remakes, dessa vez o país vítima foi o Brasil. Em ‘Não Se Aceitam Devoluções’, a comédia dramática nacional, que chega as telonas do Brasil essa semana, traz no elenco Leandro Hassum, Laura Lemos, Zéu Britto, Jarbas Homem de Melo e apresentando a atriz mirim Manoela Kfouri.

Dirigido por André Moraes, o lobga fala sobre a história de Juca Valente (Leandro Hassum) é dono de um quiosque no litoral de São Paulo e só quer saber de diversão. Eterno namorador, ele detesta grandes responsabilidades e não pensa em ter nada sério com ninguém. Mas sua vida toma um rumo totalmente diferente quando uma ex-namorada americana larga um bebê com ele e desaparece. Juca então parte para os Estados Unidos na intenção de devolver a criança, sem imaginar que começaria a gostar da ideia de ser pai.

Se você estava pensando em ver comentários aqui nessa crítica de piadas forçadas, obscenas e mesmo papel de Leandro Hassum de sempre, pode tirar o cavalinho da chuva. Pois nesse filme você se surpreende bastante com o roteiro, que foi escrito com tamanha simpatia e diálogos que sabem dosar emoção e humor na medida certa, tem pequenos defeitos em uma cena, mas sem comprometer o filme. A trilha sonora é bonita e ágil, pra te dar emoção. E seus easter eggs tem um fundo bem cômico como o personagem Gru, na qual ele dubla e filmes de grande sucesso da Fox que aparece nos quadros do escritorio da Fox, a mesma que distribui o filme no Brasil.

As atuações são fantásticas em modo geral. Leandro Hassum ele que antes achava sem graça e forçado nas piadas, hoje nesse filme ele amadureceu no seu personagem e mudou bem seu estilo de perfil mistrurando o lado comico e emotivo muito bem. Manoela Kfouri rouba muito a cena como Emma, a atriz mirim parece que veio para esse filme para tocar o público. Laura Ramos como Brenda, num papel intenso e aquele jeito de personagem que é verdadeira irreponsável e quer voltar atrás dos seus erros e Jarbas Homem de Mello como o diretor de cinema que oferece o emprego de dublê para Juca, atua ótimo e tem seus momentos.

Com seu 3º ato pro final do filme você fica na torcida pelos personagens centrais do filme na qual chega a rir e se emocionar ‘Não Se Aceitam Devoluções’, eu gostei bastante, promete ser um dos melhores filmes nacionais de 2018 e que grande surpresa meu. A direção e a produção tão fantásticos e eu recomendo você a ver no cinema, pois vale mesmo a pena, não é aquele filme de humor pastelão de sempre do Leandro Hassum.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: