Morre diretor Hector Babenco. Relembre alguns filmes de sua carreira.

Por Allyson Ramos Camara.

Hector Babenco foi internado para uma cirurgia na terça-feira dia 12, porém sofreu uma parada cardíaca nesta quarta-feira dia 13 aos 70 anos.

O cineasta nasceu em Mar del Plata , uma cidade no centro-leste da Argentina, no dia 7 de fevereiro de 1946, naturalizado brasileiro é considerado uns dos maiores nomes do nosso cinema. Recorde alguns filmes de sua carreira.

O beijo da mulher aranha(1985)602x0_519ee69b11409

História de um prisioneiro político de esquerda Valentín Arregui (Raul Julia) e Luís Molina (William Hurt), um homossexual efeminado condenado por “corrupção de menor”. Os dois dividem uma cela numa prisão brasileira. O longa rendeu quatro indicações ao Oscar sendo vencedor na categoria Melhor ator  para William Hurt.

Pixote, a Lei do Mais Fraco(1981)

pixote-a-lei-do-mais-fraco

Depois de uma ronda policial, crianças de rua – incluindo Pixote – são enviados para um reformatório de delinquentes juvenis (FEBEM). A prisão é uma escola infernal onde Pixote cheira cola como fuga emocional para as constantes ameaças de abuso e estupro. O long foi indicado ao Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro em 1982.

Carandiru(2013)

filmes-2315-fotos-4636

O filme aborda o cotidiano da extinta “Casa de Detenção”, mais conhecida por Carandiru, antes e durante o massacre ocorrido em 2 de outubro de 1992, em que 111 presos foram mortos pela polícia.

O passado(2007)

em-o-passado-2007-de-hector-babenco-um-homem-tenta-recompor-sua-vida-apos-separar-se-de-sua-mulher-sem-sucesso-1346186126800_956x500

Rímini(Gael Garcia Bernal) é um jovem tradutor que terminou recentemente um casamento de 12 anos com Sofia(Analía Couceyro), que foi sua primeira namorada. A separação foi tranquila, até Rímini iniciar um namoro com Vera, uma modelo de 22 anos.

Meu amigo hindu(2016)

maxresdefault

Diego (Willem Dafoe) é um cineasta diagnosticado com câncer terminal, cuja única chance de sobrevivência é se submeter a um transplante de medula óssea experimental.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: