MINHA VIDA NA OUTRA VIDA (2000)

Por Paulo Paco

Em nossa sociedade existem várias religiões, uma delas é o Espiritismo, o tema que o filme aborda. Segundo o espiritismo, quanto mais cedo uma alma reencarna, maiores serão suas chances de trazer consigo lembranças de sua vida passada. E foi exatamente isso que aconteceu com Jenny Cokell.

A história é baseada em fatos reais, a partir da biografia escrita pela própria Jenny. Tudo inicia- se no interior dos Estados Unidos, onde Jenny mora com seu marido e filho. Logo depois ela descobre que está grávida, fazendo seu sexto sentido despertar ainda mais.

412639.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Ela relata que desde criança tem sonhos e vagas lembranças com outras crianças que a chamam de mãe, em uma terra que ela desconhece. Essas memórias sempre foram confusas e estranhas para ela.

Obseca em resolver esse mistério, Jenny contrata um médico que realiza regressões ao passado e acaba descobrindo que em sua vida passada era uma mulher irlandesa, mãe de quatro filhos e muito maltratada por um marido violento e alcoólatra.

400295.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Nessa fase do filme, Jenny viaja para Irlanda com seu filho em busca de respostas e reencontrar seus outros filhos. As cenas são emocionantes, recheado de conflitos familiares, tudo tratado com muita delicadeza, fazendo o telespectador refletir sobre a vida e a morte.

É uma verdadeira lição de amor e vitória, pois o amor, segundo o espiritismo, não termina com a morte, ele é eterno. A trilha sonora combina perfeitamente com o enredo e a paisagem da Irlanda são de encher os olhos.


12715264_1702298326676406_6335527615374593697_n

 

 

 

 

 

Paulo Paco

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: