IZOMBIE: PRIMEIRA TEMPORADA

Por Renato Alves

 

 

iZOMBIE – iZombie (estilizado como iZOMBiE) é uma série de televisão americana desenvolvida por Rob Thomas e Diane Ruggiero-Wright e estrelada por Rose McIver. A obra é uma adaptação livre da histórias em quadrinhos de mesmo nome criada por Chris Roberson e Mike Allred, e publicado pela DC Comics com sua marca, Vertigo.

Falar sobre Zumbis em quadrinhos ou em série de televisão – pós The Walking Dead – é perigoso. Ameaçador devido ao fato de que existirá comparação, impossível não fazer, e isso é muito arriscado. Porém iZombie, apesar de utilizar a mesma ideia central – Zombies – utiliza de outros elementos na proposta, para que mereça aplausos pela diferenças em relação a TWD.

Existe o clima de zumbis, tão comum nos dias de hoje, seja nos quadrinhos, na televisão ou no cinema. Mas, o roteiro se preocupa em construir um fio condutor especial ao trazer a trama para um lado de suspense, no melhor estilo de serial killer. Isso agrega muito aos episódios, que ganham riqueza ao se tornarem independentes e ao mesmo tempo terem elos com a linha que une cada temporada.

Agrada-me muito a cena de abertura e a brincadeira visual que iZombie realiza ao mostrar quadrinhos em diversos momentos de cada capitulo. A química entre os personagens também é outro ponto de destaque.

Para não dizer que tudo são flores meu único ponto de descontentamento, até o momento é o fato da trilha sonora ainda não ser referência ou relevante.

Contudo, nada que atrapalhe ou estrague a direção competente da história de um zumbi que, se não chega a ser uma heroína como a “Mulher Maravilha” não é vilã como o “Negan”. E é exatamente esse lado dúbio o maior charme de nossa “Liv”.

SINOPSE – Olivia “Liv” Moore, uma médica residente de Seattle, é transformada em uma zumbi quando vai a uma festa em um barco. Para lidar com seu novo apetite por cérebros, ela consegue um emprego em um necrotério. Para que consiga sobreviver, e comer os cérebros de vítimas de homicídio cujos corpos são entregues ao necrotério. Seu segredo é adivinhado por seu chefe, Ravi Chakrabarti. Gradualmente, Ravi se torna amigo e confidente dela e, como cientista, fica intrigado com a condição dela. Sempre que come o cérebro de uma vítima, a moça temporariamente herda alguns de seus traços de personalidade. Ela também herda visões da vítima que muitas vezes dão pistas sobre o assassinato. Essas visões podem ser geralmente desencadeadas por vistas (acontecimentos ou objetos) ou sons (frases repetidas). ela usa esta nova habilidade para ajudar a Polícia de Seattle a resolver crimes, passando-se como psíquica, enquanto Ravi trabalha para desenvolver uma cura para o estado de Liv, na esperança de que um dia ela recupere sua vida antiga.

——————————————————————————————————————————————

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: