Filmes Lançados Diretamente DVD/Blu-Ray‏ ou Netflix (2016)

Por: Rafael Mayrink

Olá cinéfilos. Ano novo maratona nova. Vou indicar alguns filmes que foram lançados em 2016 direto em DVDs/ Blu-Ray ou que tiveram sua estreia no Netflix e por causa de uma fraca divulgação, muita gente não ficou sabendo de seus lançamentos, e mutias vezes são excelentes filmes e merecem ser vistos.

Então vamos começar.

 

99 Casas

99-homes

Com ótimas interpretações e uma história obscuro do  capitalismo, 99 casas consegue agradar seus público e surpreender por algumas cenas. Neste longa temos Dennis Nash (Andrew Garfield) que após perder a casa por conta da hipoteca, decide trabalhar com o homem que o expulsou de sua residência Rick Carver (Michael Shannon) corrupto e ganancioso. O diretor conseguiu fazer duras criticas ao setor imobiliário americano de forma certeira. O roteiro se perde algumas vezes deixando as cenas um pouco confusas, mas acredito que seja por causa de um tema pouco explorado dentro da 7º arte e que muitos de nós não temos tanto contato. Em compensação os atores estão excelentes, fazendo com que certos erros sejam perdoados. O final pode decepcionar algumas pessoas, mas isso não pode tirar o mérito de um grande filme.

Demolição

303991

Jake Gyllenhaal, Naomi Wat e Chris Cooper estrelam este filme sobre, luto, reencontro, tempo perdido e família. Na história, após perder a esposa em um acidente Davis Mitchell (Gyllenhaal) passa a se corresponder com a funcionária do Atendimento ao cliente, e isso vai alterar a vida das duas pessoas. O filme consegue sem bastante engraçado, mesmo com um tema mais profundo. As atuações é outro ponto forte, fazendo você sentir empatia por todos seus personagens.  O longa ainda consegue converter muitos dos clichês do gênero. Se tornando grata surpresa para quem o assiste.

Sing Street

sing-street-john-carney-pic

Quando eu assisti ao filme Begin again, pensei que dificilmente encontraria algum outro que tivesse música como personagens. Mas o diretor John Carney mostrou que é capaz de fazer mais de um filme, E aqui ele faz com uma história envolvente. No longa é mostrada a vida de Conor (Ferdia Walsh-Peelo) um jovem que é obrigado a mudar de colégio, devido à difícil condição financeira de seus pais. Quando conhece Raphina, uma garota mais velha. Decidido a conquista-la, ele junta com um grupo de amigos e  montam uma banda. O filme consegue agradar a todos pelo seu estilo, pois dificilmente deve existe alguém que nunca pensou, ou sonhou, em ter uma carreira musical. O elenco esta muito bom, mas foi a trilha sonora que me conquistou.

O lagosta

the-lobster-movie-trailer-images-stills-colin-farrell-john-c-reilly-ben-whishaw

Estranho, esta é a melhor definição para este filme do grego Yorgos Lanthimos. Mesmo não sendo meu filme favorito da lista, ele merece estar presente nesta maratona.  Primeiro por causa da fotografia, que é belíssima e além disso contar com um ótimo elenco Colin Farrell, Rachel Weisz, Léa Seydoux e John C. Reilly, todos mundo bem. A história é um pouco complicada, se passando no futuro quando não é permitido ficar solteiro, caso isso aconteça o homem ou a mulher precisa escolher em qual animal quer ser transformado e solto na floresta. Sim, isso é sério.  Com um visão mais filosófica e vários momentos pessimistas, o filme consegue ser bem reflexivos e te deixar pensando no que acabou de assistir por algum tempo. Pode agradar aqueles que buscam algo diferente, mas se você quer algo mais leve, é melhor passar longe.

Pais e Filhas

paisfilhastop

Guardem este nome. Kylie Rogers esta atriz mirim roubou a cena neste filme. Que ainda conta com a Amanda Seyfried e Russell Crowe e ambos estão excelentes e bastante a vontade com seus personagens. Na história temos um novelista mentalmente instável e viúvo (Crowe) tentando criar sozinho a filha de cinco anos. Vinte e cinco anos depois a garota, já adulta (Seyfried), cuida de crianças com problemas psicológicos e ainda tenta entender sua complicada infância. O longa consegue ser envolvente e emocionante. E pode deixar muita gente com lagrimas nos olhos dependendo do momento que estiver passando.

Destino Especial

images

Outro diretor querido, Jeff Nichols, continua fazendo filme sobre escolhas e suas consequências. Mas desta vez ele tenta alcançar um outro tipo de público, quando decide ter como tema central uma criança com poderes especiais. Na história temos Alton (Jaeden Lieberher), seu pai Roy (Michael Shannon) e Lucas (Joel Edgerton) fugindo de uma seita religiosa, da polícia e do FBI quando o menino prevê uma catástrofe. É um filme que começa bem, mas se perdendo no terceiro ato. Mas o diretor consegue deixar o seu público sem saber o que esta acontecendo ou que vai acontecer caso os personagens não consigam chegar onde querem. O elenco ainda tem Adam Driver e Kirsten Dunst. Junto com os efeitos especiais as atuações são o ponto alto deste longa.

Equals (Quando te conheci)

equals

Vou chamar este filme de Equals, pois essa tradução em português ficou desnecessária. Na história temos mais uma vez um futuro onde as pessoas não tem sentimentos, e vivem suas vidas através do trabalho e dividido por facções. Quando uma doença começa a surgir e as pessoas começam a ter desejos e sentir alguma coisa elas são isoladas e medicadas, mas quando Silas (Nicholas Hoult) Nia (Kristen Stewart) se apaixonam, eles decidem fugir e viver sozinhos. Este pode ter uma história repetitiva, momentos que você já viu e até um final um pouco previsível, mas admito que gostei mais do que esperava, As atuações estão boas, e a química entre os protagonistas é aceitável. Mas é o tipo de filme que é bom para ver em dias de chuva ou com uma companhia. E não é para qualquer púbico e sim para quem busca um romance futurístico.

Outros filmes que merecem uma chance de serem assistidos.

Uma repórter em apuros, mesmo que título indique uma comédia besteirol, o filme é muito mais do que isso, retrata muito bem as dificuldade da guerra com humor, mas não com sugere o nome. O final da Turner, Jesse Eisenberg e Jason Segel conversando sobre música, escolhas, livros e a vida, divertido e com bastante momentos reflexivos. Voltando para casa um drama chinês que consegue emocionar do inicio ao filme, é sério. Assista.

 

E ai, o que acharam? Existe algum filme que deveria nesta maratona? Quer sugerir tema para próxima matéria? Deixe nos comentários.

Abraços


Rafael Mayrink
Rafael Mayrink

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: