Especial: Filmes Sobre ” A LUA & ESPAÇO”

Por Thiago Freitas

 

Resolvemos trazer a vocês esse especial em homenagem a Conquista da Lua, que completa 46 anos, desde o dia 21/07/1969. Confiram 15 filmes que tratam desse tema com muita sensibilidade e seriedade.

 

Viagem à Lua (1902)

VIAGEM A LUA(1902)
VIAGEM À LUA(1902)

É incrível a quantidade de filmes de ficção científica que existem hoje em dia. Mas nenhum deles seria possível sem este. Os efeitos criados nos fazem pensar sobre os truques usados e como podemos fazer algo tão simples, mas fascinante, com apenas uma câmera, um pouco de espaço em frente a ela, e algumas pessoas. Georges Méliès não era apenas um cineasta, era um ilusionista. Um gênio que transformou pensamento em arte. O cinema é chamado muitas vezes de “arte da tecnologia”, mas filmes como este transcendem as limitações tecnológicas, de tempo, produção e de dinheiro.

2001 – Uma Odisseia no Espaço (1968)

2001: UMA ODISSEIA NO ESPAÇO(1968)
2001: UMA ODISSEIA NO ESPAÇO(1968)

Praticamente a inspiração para todos os filmes de ficção cientifica, 2001:Uma Odisseia no Espaço, é de todas as obras-primas do Kubrick, a maior. Não só a obra máxima de Stanley Kubrick, mas a obra máxima da ficção científica, e HAL 9000 está entre os maiores “vilões” do cinema. A cada análise feita/lida torna-se um filme mais magistral. Cada plano analisado nos mínimos detalhes e as definições deste filme, o torna atemporal e cada vez mais genial. É um filme complexo, porém perfeito, absolutamente perfeito! Não precisa ser totalmente entendido (e, definitivamente, isto seria quase impossível visto que se têm tantas interpretações) para termos a plena consciência de que é uma das maiores obras do cinema de todos os tempos.

 

O Pequeno Príncipe (1974)

O PEQUENO PRÍNCIPE(1974)
O PEQUENO PRÍNCIPE(1974)

Esse talvez seja o filme mais simples e fofo da nossa lista. Um grande clássico do cinema, com interpretações inesquecíveis, são poucos filmes que nos fazem ver o mundo com outros olhos. O Pequeno Príncipe é um deles, com um roteiro bem fiel ao livro e uma ótima direção, mostra com toda a delicadeza, inocência e pureza de uma criança, ensinando grandes lições de vida para todos. Merece sempre ser lido e visto, um grande filme que agrada em todas as idades. Agora em 2015 ganhará uma nova animação.

Star Wars Episódio V (1983)

STAR WARS EPISÓDIO 5 (1983)
STAR WARS EPISÓDIO 5 (1983)

À medida que as Forças Imperiais lançam um ataque total contra a Aliança Rebelde, Han Solo e a Princesa Leia, fogem para a Cidade das Nuvens, onde são capturados por Darth Vader. Luke Skywalker, viaja para o misterioso planeta pantanoso de Dagobah, onde o sábio Mestre Jedi Yoda, ensina ao jovem herói os caminhos da Força. O que Luke não pode imaginar é que seu treinamento Jedi, será necessário muito em breve.

 

Apollo 13 (1995)

APOLLO 13(1995)
APOLLO 13(1995)

Apollo 13 estreou em 1995 e se tornou um clássico instantâneo na época, lembrado por muitos amantes do espaço e ficção cientifica. O filme é angustiante, tenso e realmente de tirar o fôlego, com um roteiro excelente, elenco bastante competente, direção primorosa do Ron Howard e atuações que não deixam a desejar de maneira alguma. A fotografia é realmente formidável e, aliada aos efeitos visuais espetaculares com a trilha sonora dramática, reforça ainda mais a sensação de tensão psicológica (que se faz ainda mais agoniante e perturbadora do meio para o final). O ritmo pode parecer meio arrastado nos primeiros 30 ou 40 minutos, mas daí em diante a narrativa ganha uma força espetacular, culminando num desfecho incrível, emocionante e bastante satisfatório. Tudo baseado em fatos reais.

 

Perdidos no Espaço (1998)

PERDIDOS NO ESPAÇO(1998)
PERDIDOS NO ESPAÇO(1998)

O filme é mais ou menos, o que é uma pena, pois tem um ótimo elenco como Gary Oldman, e os destaques para Matt LeBlanc (o eterno Joe de FRIENDS) e Heather Graham, gata como sempre num papel bem mais contido que os que ela costumava fazer. Tem uma boa premissa, vindo também de uma série de sucesso dos anos 60. Porém a história e o elenco não foram bem aproveitados, o que minou as chances de uma sequência. Dá mais pena ainda porque a trilha sonora é uma das melhores da época, cheia de música eletrônica e batidas dance.

 

Armagedom (1998)

ARMAGEDDON(1998)
ARMAGEDDON(1998)

Incrível como após 16 anos o filme continua sendo uma obra prima do cinema. Com Bruce Willis e sua equipe, e claro, a linda da Liv Tyler, fizeram um dos melhores filmes sobre o fim do mundo. Além da trilha sonora sensacional, e claro mais um para a coleção de explosões de Michael Bay.

 

Sunshine Alerta (2007)

SUNSHINE ALERTA SOLAR(2007)
SUNSHINE ALERTA SOLAR(2007)

Boyle adaptou sua estética-padrão nesta história futurista-apocalíptica rica em suspense e contemplação: o resultado lembra algo como o “Solaris” de Soderbergh. O longa Sunshine tem efeitos visuais bastante convincentes, sobretudo por ser um filme de orçamento relativamente baixo, que lida com a solidão no espaço numa história que embora tenha algumas inconsistências, é interessante na maior parte do tempo.
Envolve a tentativa de salvação do planeta e uma missão espacial em direção ao sol que está morrendo, os melhores momentos acontecem quando enfoca nos conflitos dos membros da tripulação, mas tem um deslize infeliz próximo dos momentos finais, sem spoilers.

 

WALL·E (2008)

WALL-E(2008)
WALL-E(2008)

Visualmente o filme impressiona, seu visual auxilia sempre a narrativa e proposta do longa.
A Terra completamente devastada e inabitável é bela no seu silêncio e ao mesmo tempo triste, reflexo das ações dos homens que viviam nela. A estação espacial e novo lar dos homens (e robôs) é extremamente moderna e atraente por sua tecnologia, mas vazia de sentimentos e possibilidades. WALL-E é poético, mas também possui um forte discurso de preservação e conscientização sobre como devemos cuidar do nosso planeta.
Dito isso, o que mais encanta neste filme da Pixar é a relação poética, simples, sincera, pura e profunda de WALL-E e EVA.
Cada pequena interação entre ambos é capaz de arrancar risadas e amolecer o coração de qualquer um. São momentos dotados de imensa pureza que contrasta com tudo que está em volta de ambos. Cenas como a do pequeno amável robô assistindo repetidamente as cenas de “Alô, Dolly!” recriando (ou tentando) aquele amor ideal e cenas vistas com EVA, os dois dançando no espaço ou aquelas em que o protagonista tenta reanimar sua amada, já são momentos clássicos.
WALL-E é sem dúvida alguma um dos personagens mais encantadores da história do cinema. E seu filme não foge muito disso.

 

Lunar (2009)

LUNAR(2009)
LUNAR(2009)

O filme é muito humilde. Deveria ser mais ousado, pois tinha totais condições de ser mais impactante. O roteiro, mesmo sendo bem feito, poderia ter mais recursos e deixar o filme ainda melhor.
E eu falo isso porque gostei bastante da história e gostaria de ver mais situações, considerando que era totalmente possível ter uma duração maior.
A ideia da GERTY se manifestar através de emoticon enquanto fala é genial, simpática demais.
Ah, são notórias as influências de outros filmes do gênero. Dá perfeitamente para perceber traços de “2001” por ali.

 

2010: O Ano Que Faremos Contato (2010)

2010: O ANO EM QUE FAREMOS CONTATO(2010)
2010: O ANO EM QUE FAREMOS CONTATO(2010)

Acho que a pressão que o diretor/roteirista sofreu por se tratar de uma sequencia de um filme de Kubrick pesou um pouco, pois “2010” tinha tudo para ser bom. A ideia do filme é boa e com um bom elenco, porém a péssima direção e o roteiro fraco estragaram o filme, confesso que a história me prendeu, mas todo esse lance de EUA X Rússia no filme me incomodou, além do “final feliz” que achei desnecessário. Visualmente é um filme datado, até mais do que o seu antecessor, que foi lançado 16 anos antes, mas nada muito catastrófico. Enfim, vale assistir “2010” pela curiosidade e se você quer entender melhor “2001”. Mas não espere nada no nível do clássico de Kubrick, pois “2010” é apenas um filme mediano com a mesma temática.

 

Transformers: O lado oculto da Lua (2011)

TRANSFORMERS O LADO OCULTO DA LUA(2011)
TRANSFORMERS O LADO OCULTO DA LUA(2011)

Indo mais para o lado blockbuster das produções, esse novo capítulo dos gigantes, que se revezam entre o bem e o mal, parece que reuniu muitas coisas dos filmes anteriores. Michael Bay, mais uma vez, traz a forma explosiva no conteúdo de seus filmes. O Lado Oculto da Lua, é visivelmente bonito, cheio de cores e de efeitos que enchem nossos olhos, mas peca quando o assunto é contar uma boa história. Muita correria, muita adrenalina…mas o roteiro deixa muito a desejar, focando mais na ação. E a ficção científica do “Espaço e Lua” ficam mais para o segundo plano. Talvez o mais fraco deste especial.

Gravidade (2013)

GRAVIDADE(2013)
GRAVIDADE(2013)

Realmente é um filme épico, com efeitos incríveis, que consegue captar e passar as emoções dos personagens. O espaço é mostrado de uma maneira incrível. Gravidade tem uma fotografia linda, o cenário espacial é incrível, e a atuação de Sandra Bullock não deixa dúvidas sobre a grande atriz que ela é, que encarna a personagem com todos os seus medos, dramas e emoções, levando praticamente todo o filme sozinha. Clooney, pra variar, interpreta a si mesmo, mas não deixa de ser importante, e como disse Cuarón: “a Sandra é à força da gravidade desse filme”.

O tema é a superação de limites e o renascimento, uma segunda chance para viver. A cena em que ela entra na estação e as mangueiras parecem se tornar um cordão umbilical, representa bem esse objetivo.

A trilha sonora tensa acompanha muito bem durante todo filme, já que ele ocorre em um ambiente em que não há propagação de sons e todos os momentos claustrofóbicos que a personagem enfrenta.
Afonso Cuarón mostrou que é um grande diretor e que ainda existe criatividade no cinema; são poucos filmes que de alguma maneira, conseguem me arrancar arrepios não só por interpretações, mas pelos efeitos também. Um dos melhores do ano de 2013, merecendo todos os prêmios ganhos.

Interestelar(2014)

INTERESTELAR(2014)
INTERESTELAR(2014)

Quando lançado, Interestelar sofreu muitas críticas, pois achavam que seria mais um “Gravidade” do cinema. Com o lançamento, as pessoas tiveram a oportunidade de conferir que o filme, comparando com “Gravidade”, só tem o espaço mesmo. Com um roteiro bom, mas com algumas partes confusas para alguns leigos que não entendem de teorias, ele explora bastante as questões tratadas pela teoria da relatividade de Einstein, da Mecânica Quântica, de astronomia, ciência e ainda por cima o Amor. Matthew McConaughey está muito bem no papel de Cooper, o astronauta que vai ao espaço, mostrar que o passado é um passo a frente no futuro e apenas temos acesso em nossas lembranças. Estamos todos num navio ancorado. O homem desde seus primórdios vem buscando responder a perguntas como “Quem somos?, “De onde viemos?”, “Para onde vamos?”. Questões que estão além para serem respondidas pela ciência experimental.

 

Perdido em Marte [The Martian](2015) *Breve nos Cinemas

PERDIDO EM MARTE(2015)

O longa mostrara a vida do astronauta Mark Watney (Matt Damon) que é enviado a uma missão em Marte. Após uma severa tempestade ele é dado como morto, abandonado pelos colegas e acorda sozinho no misterioso planeta com escassos suprimentos, sem saber como reencontrar os companheiros ou retornar à Terra. O filme é baseado no Livro “Perdido em Marte” e o próprio protagonista Matt Damon já adiantou que o longa é bem diferente de Interestelar e que será um bom filme para todos. Agora é só aguardar para mais um sucesso do cultuado diretor Ridley Scott.

 

 

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: