CRÍTICA: SOB PRESSÃO (2016)

Por: Rafael Mayrink

Uma história bem escrita e principalmente bem dirigida, Sob pressão é um longa que não esta a fim de deixar o seu público respirar.

Temos aqui o dia conturbado dentro de um hospital público, por causa de confronto entre policias e traficantes de um aglomerado, são encaminhados três pacientes sendo um policial, o chefe do trafico de drogas e um menino vitimam de bala perdida, todos em estados graves. A equipe médica comandada por Dr. Evandro (Júlio Andrade) precisa correr contra o tempo e fazer escolhas difíceis para conseguir salvar a vida de todos eles.

SobPressao_PapricaFotografia_Dia200686

O filme consegue mostrar a dura realidade de trabalhar em um hospital público. Precariedade (falta de medicação e de utensílios para procedimentos cirúrgicos), ausência de pessoal e o investimento da diretoria e do governo abaixo do necessário. Tudo é retratado muito bem em 90 minutos.

O elenco é ponto positivo. Andrade faz o seu papel com muita dedicação, você sente na pele tudo que ele esta passando e torce para conseguir salvar aquelas pessoas. Ícaro Silva interpreta Dr. Paulo o cabeça do grupo, racional, mostrando as dificuldades e os riscos de trabalhar naquele local, é através dos olhos dele que conhecemos os verdadeiros desafios do dia-dia. Marjorie Estiano é Carolina, e sua personagem consegue passar bem a fragilidade e autoridade quando precisa, sendo a pessoa que o público pode se identificar por causa de suas escolhas.

SobPressao_PapricaFotografia_Dia201139

O longa não possui um vilão, mas vários. O sistema é o principal, mas ainda é preciso aguentar as ameaças do Capitão Botelho (Thelmo Fernandes) a diretora Ana Lúcia (Andréa Beltrão) e o perigo caso os traficantes invadam o hospital para salvar seu chefe.

Com algumas cenas fortes e bem realistas, mostrando todo o processo cirúrgico. Para aqueles que não gostam de hospitais recomento passar longe, pois sua realidade é impecável.  A fotografia e a trilha sonora é bem simples, pode se dizer esquecíveis. Outro ponto fraco do filme são algumas sub-tramas, algumas mal resolvidas e outras jogada em momentos inapropriados. O mesmo pode se dizer dos seus personagens, pois mesmo que você sabe que esta fazendo o seus melhor é fácil perceber que não os conhece realmente aquelas pessoas. E tem uma cena no final do segundo ato totalmente desnecessária.

SobPressao_PapricaFotografia_9_021431

Sob pressão, tem um elenco muito bom e uma história verídica, apresentada dentro de uma ficção. E este titulo faz todo sentido quando se esta assistindo.

—————————————————————————————————————————————–

Rafael Mayrink
Rafael Mayrink

Nota: 8,5

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: