Crítica: O Impossível (2012)

Por Alysson Melo

 

O longa mostra a família de Maria que junto com seu marido Henry e seus três filhos vão passar as férias de inverno na Tailândia, mas no decorrer da estadia, precisamente na manhã de 26 de dezembro de 2004, enquanto aproveitavam daquele paraíso e após uma noite incrível de natal, um tsunami de enorme proporção atinge a todos causando um grande estrago onde estavam.

A família se vê então perdida e separada em dois grupos. A mãe e o filho mais velho acordam em meio a devastação, sendo levados pela correnteza e aos poucos vão enfrentando diversos desafios para se manterem vivos e é com a ajuda do filho Lucas que ele ao ver a mãe toda machucada e com um profundo corte na perna, leva a mãe para um abrigo no qual vê por perto, uma grande arvore e é no meio disso tudo que Maria ouve uma criança chorar e eles dois então decidem resgatar a criança e então seguem na luta e esperança de ter toda a família de volta outra vez.

(L to R)  SAMUEL JOSLIN,TOM HOLLAND, OAKLEE PENDERGAST,  EWAN McGREGOR and NAOMI WATTS star in THE IMPOSSIBLE

Sem saberem, do outro lado da ilha estão Henry e os dois filhos pequenos que não sabem se a mulher e filho estão vivos, e ele percorre em meio aos destroços do Resort que estavam hospedados junto com os filhos menores e saem em busca da família perdida. Mas Henry precisa tomar uma grande decisão, ir com os filhos para os abrigos ou procurar sua mulher e filho, então Henry decide deixar os filhos irem para os abrigos e na esperança de que eles estejam vivos. Henry parte numa desesperada busca para reencontrar com Lucas e Maria.

Lucas até então desesperado para achar seu pai e irmãos, vive um dilema de deixar a mãe sozinha em uma cama de hospital e sai para ajudar outras pessoas a acharem os seus familiares. É nesse ponto que podemos ver o talento do ator Tom Holland, que faz o papel do Lucas. Ele simplesmente carrega o filme nas costas e mostra todo o drama e sofrimento em não saber se a sua mãe viverá e a esperança de rever os irmãos e o pai.

Por ser baseado em uma história real, o filme conta de forma delicada e tocante sobre essa incrível história de vida, luta e superação com uma bela fotografia e em muitos momentos do longa vamos nos apegando aos personagens e pensamos como foi foi nascer de novo para essa família, depois de sobreviver a essa tsunami.

oimpossível_06

Naomi Watts que vive o papel da Maria está muito entregue ao papel e mostra todo o seu talento como atriz ao viver uma mãe que faz de tudo por seus filhos e nos entrega uma perfeita interpretação, onde foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz, em 2013. Ewan McGregor não fica atrás e faz um excelente trabalho como o pai que quer reencontrar a família.

O filme de longe nos emociona, nos cativa e nos faz acreditar que O Impossível pode ser possível. Basta a gente acreditar.

ALYSSON MELO
ALYSSON MELO

 

Nota: 9/10  

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: