CRÍTICA: MOGLI – O MENINO LOBO (2016)

Por Maurício Weasley

A fase de live-action da Disney está dando muito certo. Primeiro veio Oz: Mágico e Poderoso, que mesmo com sua qualidade duvidosa fez um sucesso surpreendente; veio seguindo de Malévola, quer agradou um pouco mais e fez milhões de pessoas se derreterem nos cinemas; ano passado tivemos o excelente Cinderela, que finalmente mostrou que esta nova fase do estúdio poderia dar certo e agora temos Mogli – O Menino Lobo, que veio para tirar qualquer dúvida que restava.

O filme gira em torno do menino Mogli, que teve seus pais mortos por um tigre e viveu junto com os lobos durante toda a sua vida. Devido aos hábitos de vida humanos, ele acaba virando uma ameaça aos outros animais, e é exilado da floresta. Entretanto, consegue ajuda de um urso e de uma raposa para mostrar ao temido Shere Khan que ele não é uma ameaça.

maxresdefault

A direção de Jon Favreau e o roteiro de Justin Marks fazem do filme uma experiência única. Eles mantêm a originalidade em comparação ao livro e a animação da década de 1960, mas mesmo assim apresenta várias outras fórmulas que podem dar certo. Com um orçamento gigantesco, 175 milhões de dólares, o diretor faz um trabalho perfeito tecnicamente e visualmente.

O CGI do filme está perfeito, mostrando que os efeitos nem sempre atrapalham os filmes. Os efeitos visuais nos leva a uma paisagem incrivelmente realista e que será extremamente inovadora ao cinema futuramente. Os efeitos em 2D estão maravilhosos, um dos melhores desde Avatar, e merece ser visto nas salas especiais, principalmente em IMAX.

mogli-2016-imagem1

O trabalho de dublagem também está perfeito. Idris Elba rouba a cena com seu excelente trabalho na dublagem de Shere Khan; ele passa um efeito sombrio ao personagem que nos dá real medo. Bill Murray é o alívio cômico como Baloo, o urso amigo de Mogli, e tem algumas das melhores cenas do filme. Ele transparece ser uma figura amigável, mas é bem mais profundo que isto. Neel Sethi é uma boa aposta ao futuro do cinema, mas está bem abaixo de outras apostas já apresentadas, como Jacob Tremblay.

Mogli – O Menino Lobo é o melhor filme desta fase de live-action da Disney. Tecnicamente perfeito, excelente direção e roteiro e um trabalho de dublagem de cair o queixo. Uma grande aposta ao Oscar e pode levar vários, principalmente nas categorias técnicas. Sendo assim, Mogli é um filme mágico!


12743882_940520052697271_3907291259478839967_n

Nota: 10/10

Maurício Weasley

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: