CRÍTICA: ANGRY BIRDS: O FILME (2016)

Red (Jason Sudeikis) enjoys lunch alone in the park in Columbia Pictures and Rovio Animation's ANGRY BIRDS.

Por Vinicius Montano

Baseado em joguinhos que foram adaptados para a tecnologia moderna como Smarthphones, tablets, ipads e PC, o jogo Angry Birds fez maior sucesso em downloads mundiais, de tanto sucesso que a Sony Pictures com a produtora Rovio Entertainement resolveu transformar esse jogo em filme de animação. Angry Birds: O Filme traz as vozes de Jason Sudeikis, Danny McBride, Josh Gad, Kate McKinnon, Sean Penn e muitos outros

Na comédia de animação 3D, “Angry Birds: O Filme”, vamos finalmente descobrir o por quê destes pássaros serem tão bravos. O filme nos leva a uma ilha populada inteiramente por pássaros felizes e que não podem voar – ou quase inteiramente. Neste paraíso, Red (Jason Sudeikis), um pássaro com problemas de temperamento, o veloz Chuck (Josh Gad), e o volátil Bomba (Danny McBride) sempre foram excluídos. Mas quando a ilha é visitada por misteriosos porquinhos verdes, cabe a estes improváveis rejeitados descobrir o que os porcos estão tramando.

angrybirdsmovie

A produção é bem feita, cheia de humor, ricos cenários, cenas que são favoráveis ao jogo na brincadeira do estilingue dos pássaros, principalmente quando destrói as casinhas, e a caça pelos ovos que é a peça chave do enredo, com um roteiro com um ar bastante nostálgico e sério, tirando algumas derrapadas em algumas cenas, o 3D é super bem aproveitado e levado a sério

A trilha sonora pega um ar bastante interessantes dos anos 80, 90 e 2000 como I Will Survive, Rock you Like I Hurricane, Behind Blue Eyes de Limpbiskit na hora que o Red constroi a sua casinha e até country de Blake Shelton. O filme tem tiradas sobre o Megaman em que o personagem Mighty Eagle rouba a cena, famoso desenho que fez sucesso nos anos 90 e algumas sátiras de filmes como ‘Divertida Mente’ e ‘Straight Outta Compton.

1280x720-9zG

Os personagens são incríveis, sarcásticos e fofos, o Red tem uma pegada dramática referindo ao bullying na qual sente-se excluído por causa da sobrancelha gigante, o pássaro veloz Chuck que parece que tá disputando olimpíadas e o Bomba que tem suas explosões que detonam tudo que parece que você está vendo um jogo de verdade. Os vilões ficaram artificiais e com frases clichês como ‘Quem Sabe Faz ao Vivo’ do apresentador Fausto Silva e não tem empolgação

O 3D desse filme é bem utilizado, sabe usar na hora que precisa, com ótimos efeitos especiais. A direção acerta em tons pitorescos e sarcásticos que você sente que nem passa rápido. ‘Angry Birds: O Filme’ é uma animação que garante a diversão na hora certa, sem grandes pretensões.


12439330_10208123556589864_4406945079162396876_n

Nota: 8/10

Vinicius Montano

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: