As Aventuras de Robin Hood (1938)

Uma história já bem conhecida e longe de ser inovadora, mas muito bem contada, em um filme que em nenhum momento se leva mais a sério do que o necessário, e consegue ser bem agradável e simpático. A fotografia em Technicolor, dão um quê de conto infantil ao longa.

O Robin Hood de Errol Flynn nos conquista e conduz esta aventura repleta de dinamismo, bom humor e carisma. Uma obra de caráter universal sobre a luta de um povo contra a exploração e corrupção de seus governantes.

Errol Flynn e Olivia de Havilland nos encantam em todos os momentos que aparecem juntos. Um dos casais mais apaixonantes da década de 30. Excelente clássico.

______________________________________________________________________

z33

Igor Quadros 

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: