ALÉM DA MORTE(2017): “EXPERIÊNCIA DE MORTE E VIDA INÚTIL”

Por Vinicius Montano

 

Parece mentira mas não é…A moda de trazer remakes de clássicos de Hollywood parece não ter fim, mas não dessa vez, com uma denominada como vamos dizer assim: ‘sequência’ de ‘Linha Mortal’, dessa vez traduzida aqui no Brasil como outro título: ‘Além da Morte’. O original é Flatliners como o longa de suspense de ficção científica, nesse aí trocaram o título brasileiro pra não disfarçar de refilmagem. A direção fica nas mãos do sueco Niels Arden Oplev da franquia sueca ‘Millenium: Os Homens Que Amavam as Mulheres’.

O longa conta sobre cinco estudantes médicos iniciam uma experiência para descobrir o que há depois da morte, esperando conseguir renome dentro da área. Ao parar seus corações por curtos períodos de tempo, eles disparam uma experiência de quase-morte. Mas logo eles são forçados a confrontar os pecados de seus passados enquanto a investigação se torna perigosa e paranormal.

@Sony Pictures

A montagem do filme mostra os efeitos e a tecnologia dos equipamentos médicos de hoje em dia comparados ao longa de 1990 para o reboot de 2017, os efeitos são bons é mais renováveis. O roteiro não entrega nada o que a trama prometia, faltou fôlego e torna um típico Supercine. Os personagens formam diferentes histórias que chega a ficar até tosca como a médica apaixonada pela profissão, o nerd bobão, o ex-bombeiro que parece que quer liderar a equipe, a jovem médica que gosta de natação nas horas vagas e uma estudante que é pressionada pela mãe, e um grupo de jovens fazendo farra, festinhas rave e quebra parede. Na versão original tínhamos um grupo de personagens com tons mais sérios.

A edição até inicia bem interessante, mas com o decorrer da narrativa os flashbacks dos pecados que os 5 personagens principais são seguros, mais do segundo para o 3º ato se perde por completo com um desfecho péssimo para a trama, a fotografia é agradável em si, mas certos sustos tornam se cômicos e não são levados a sério.

No elenco temos Ellen Page num papel totalmente esquecível, Diego Luna totalmente insosso, James Norton todo engomadinho e forçado, já Nina Dobrev é até que é a única coisa de importante no filme e Kirsey Clemons não fede e nem cheira, e também a participação de Kiefer Sutherland que viveu o Nelson na primeira versão, nesse ele volta como professor dos alunos, num papel que foi mal aproveitado pra servir de figurante.

Além da Morte é uma experiência da vida pós morte totalmente inútil, desnecessária e ruim ao meu ver. Um enredo totalmente ruim, que você não vai lembrar por muito tempo que você assistiu e simplesmente morreu na praia.


FICHA TÉCNICA:

 

Título Original: Flatliners
Estréia: 19 de outubro de 2017 (1h 49min)
Direção: Niels Arden Oplev
Elenco: Ellen Page, Diego Luna, Nina Dobrev mais
Gêneros Suspense, Terror, Ficção científica
Nacionalidade EUA
Distribuição: Sony Pictures
Sinopse: Na esperança de fazer algumas descobertas, estudantes de medicina começam a explorar o reino das experiências de quase morte. Cada um deles passa pela experiência de ter o coração parado e depois revivido. Eles passam a ter visões em flash, como pesadelos da infância, e a refletir sobre pecados que cometeram. Os experimentos se intensificam, e eles passam a serem afetados fisicamente por suas visões enquanto tentam achar uma cura para a morte.

—————————————————————————————————————————————-

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: