A MALDIÇÃO DA CASA WINCHESTER(2018) “A MAIOR CAÇAMBA DE LIXO PARA OS FÃS DO GÊNERO TERROR”

Por Vinicius Montano

 

Recentemente visto em ‘Jogos Mortais: Jigsaw’, os diretores Michael e Peter Spierig do pouco conhecido e ótima ficção científica ‘O Predestinado’, lançam agora o mais novo filme de terror. ‘A Maldição da Casa Winchester’, traz no elenco a vencedora do Oscar em 2007 por A Rainha Helen Mirren, o ator Jason Clarke e a atriz Sarah Snook, na qual trabalhou com o diretor em ‘O Predestinado’. Se aqui eles fizeram ‘Jogos Mortais: Jigsaw’ como maneira de levantar a franquia e recomeçar do zero, mas só que foi desnecessária o resultado, já não era mais pra existir. Agora com esse filme parece que eles perderam a noção do tempo.

No longa, baseado em fatos reais, Sarah Winchester (Helen Mirren), a conflituosa herdeira multimilionária da fortuna das Armas Winchester, constrói uma mansão enorme para expiar a culpa sobre as armas. Ela se convence de que ela é assombrada pelas almas mortas às mãos do rifle de repetição Winchester. Após a morte repentina de seu marido e filho, ela fica 24 horas por dia, sete dias por semana, à frente da construção de uma enorme mansão projetada para manter os maus espíritos na baía. Mas quando o cético psiquiatra de San Francisco, Eric Price é despachado para a propriedade para avaliar seu estado mental, ele descobre que sua obsessão pode não ser tão louca, afinal. O filme leva o público para dentro do labirinto de uma casa que acredita ser um dos lugares mais assombrados do mundo.

@Divulgação Paris Filmes

Aqui temos um início anunciando o título parece os filmes antigos que quando divulgávamos o título, aparecia o ano de produção com aquelas letrinhas pequenininhas, temos um roteiro vergonhoso só pra fazer a gente de trouxa, sustos inexistentes e patéticos, a movimentação de câmera cheia de cortes bobos, a produção parece tão ferrada que quem fez esse filme não entende nada de cinema, trilha sonora um embuste parecendo amador completo e a história abusa muito dos estereótipos do gênero.

Helen Mirren como protagonista, parece que aceitou fazer esse filme por dinheiro e numa caracterização podre e sem sal, até agora tô chocada com a performance dela de uma grande atriz vencedora de Oscar. Jason Clarke como o médico psiquiatra que disso não tem nada se submete a micos e cenas toscas que parece um mágico vidente com uma nota de dinheiro pra descobrir aonde tá a moeda. Sarah Snook parece que é deixada de lado, num papel pobre e sem riqueza. No elenco temos também Angus Sampson(da franquia ‘Insidious’).

@Divulgação Paris Filmes

‘A Maldição da Casa Winchester’, é um filme que jamais você deva lembrar de tão vergonhoso que é. Parecia aqueles filmes B amador que a BAND passa que a gente nunca tenha ouvido falar, não tem terror e uma história que abusa do xexelento. Aqui apresento a verdadeira caçamba de lixo do gênero terror.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: