CRÍTICA: A LEI DA NOITE (2017)

Por Rafael Yagami

Boston, década de 1920. Joe Coughlin, filho mais novo de um capitão de polícia, se envolve com o crime organizado. Ele aproveita seus dias rodeado de dinheiro e poder, mas suas escolhas podem levá-lo à prisão ou até mesmo à morte. Adaptação do livro escrito por Dennis Lehane.

Ben Affleck assume a direção, aqui em seu quarto trabalho nesta função, função para qual se mostrou muito competente, seus filmes anteriores são incríveis e Argo seu maior sucesso levou o Oscar de Melhor Filme, porém tudo ia bem demais até chegar aqui e perder totalmente o rumo. É um trabalho confuso que não consegue estabelecer que história que quer contar, o gênero não é definido e o tom do filme é incerto demais. Sem falar no ritmo capenga, uma produção de mais de duas horas que se arrasta a partir dos 30 minutos de projeção.

O roteiro que também foi adaptado por Ben é uma das piores coisas da produção, nada da certo e tudo que ele deseja mostrar aqui já foi feito anteriormente e melhor, zero artifícios novos e esquemas diferentes, são personagens vazios, diálogos sem inspiração e entediantes. Os desfechos são insossos e nada empolgantes e a cena final é muito drama barato.

O elenco de estrelas parece ligado no piloto automático, poucos parecem ter interesse pelo personagem, começando pelo próprio Ben Affleck totalmente cafona e sem jeito em cena, um trabalho sem vida e personalidade ala crepúsculo.  Zoe Saldana aqui genérica ao extremo, Sienna Miller totalmente esquecível, Elle Fanning tem uma cena interessante, a única cena boa do filme e Scott Eastwood está desaparecido em cena.

Live By Night no original era a menina dos olhos de Ben Affleck, com um orçamento gigantesco o filme foi um fracasso enorme nas bilheterias e nas criticas, antes era aposta certa para a temporada de premiações, porém o filme não passa de uma produção mesquinha, sem vida e totalmente superficial, nada se salva, uma bomba completa e pronta para explodir na cara do espectador.


RAFAEL YAGAMI

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: